Topo_site_laura.jpg
 
Novos termos do turismo e na hotelaria durante a Pandemia

 

5 de novembro de 2020

TurismoDomestico.jpg

O turismo doméstico em alta durante a pandemia

Oie, tudo bem por aí?!

 

Pandemia, lockdow, quarentena, isolamento social, home office, novo normal... são termos, palavras e expressões que já existiam, mas que se tornaram muito usada neste ano de 2020.

 

Na hora de viajar não seria diferente e novos termos ou antigos para retratar esse setor econômico também estão sendo usados:

 

Turismo Doméstico; Turismo de isolamento; Room office; Buffet invertido são apenas alguns exemplos.

 

Esses novos termos, em inglês ou em português deve fazer parte do seu vocabulário na hora de pensar em fazer seu roteiro, ou sua reserva em hotel.

 

Neste artigo da revista Forbes uma análise mais comercial da volta do turismo depois da quarentena.

Viajar na pandemia é possível, mas com mais segurança e seguindo algumas dicas.

 

Para ajudar a entendermos esse “novo normal” vamos esclarecer alguns desses termos:

 

NO ROTEIRO

 

Turismo doméstico: como ainda temos receio das longas viagens (eu tenho e você?!), principalmente de avião, as viagens mais curtas, entre cidades é o mais comum neste novo cenário.

 

O turismo doméstico nada mais é do que as viagens feitas dentro do território nacional, brasileiro. Por enquanto as nossas tão sonhadas trips internacionais terão que dar lugar aos nossos lindos e surpreendentes destinos dentro do nosso próprio país.

 

Eu mesma tenho feito viagens curtas, de carro, para conhecer as cidades do meu estado, SP.

Neste post do Instagram conto quais foram meus cuidados na hora de viajar durante a pandemia.

ViagemnaPandemia.jpg

Dicas para viajar durante a pandemia

Turismo de isolamento: podemos dizer que essa é uma das tendências mais procurada neste novo cenário de viagem durante a pandemia.

 

Depois de dias em casa respeitando a quarentena, fechado em quatro paredes é normal o viajante buscar o contato com a natureza e ainda assim respeitar o isolamento social.

 

Então, o turismo de isolamento nada mais é do que uma viagem para lugares mais afastados dos grandes centros, para evitar as tradicinais aglomerações de pontos turísticos.

 

Alugar uma casa no Airbnb ou um resort que esteja respeitando os novos normas de segurança são opções para “sair de casa”, curtir “novos ares”.

 

Perfeito para as famílias, onde pais estão em home office com crianças em home school: aproveitar a natureza ou uma praia mais tranquila.

 

Por aqui estamos programando uma viagem de isolamento para as férias de janeiro, pesquisando justamente casas no Airbnb.

Turismo Prime: esse conceito de viagem não é novo, mas confesso que foi por causa deste post que fui apresentada a ele, por assim dizer.

 

Nesta categoria de turismo o viajante recebe a curadoria, ou seja, a ajuda personalizada e exclusiva de uma outra pessoa para agregar algum valor a sua viagem.

 

Neste caso o responsável pode unir uma viagem de turismo ao Rio de Janeiro por exemplo, com a necessidade do viajante de pesquisar um imóvel para uma nova sede da sua empresa, unindo dois tipos de viagens: lazer e negócios.

 

Claro que no Turismo Prime o custo alto desta assessoria personalizada é o que faz o conceito ser tão desconhecido. E, em tempos de pandemia, otimizar uma viagem para “resolver” vários assuntos é muito bem vindo.

 

NA HOSPEDAGEM

 

Check -in e check-out online: não são novos termos, mas com certeza será adotado, pela facilidade e segurança.

 

Fazer seu registro de entrada e saída do hotel antecipadamente pelo celular ou computador, é além de mais seguro levando em consideração as novas normas de higiene, muito mais prático e cômodo ao hóspede.

 

Eu mesma quando fiz minha reserva no Casa Grande Hotel, no Guarujá, recebi online todas as indicações para fazer minha entrada.

Room Office: essa deve ser a tendência mais nova e interessante neste novo cenário da hotelaria durante a pandemia.

 

Depois da abertura dos hotéis a estratégia para atrair clientes foi oferecer um serviço que atende uma nova necessidade do mercado: o trabalho remoto. Ótima opção para quem não tem em casa todas as condições ideais para o home office.

 

O room office nada mais é do que um quarto de hotel adaptado para que o hospede possa trabalhar: a cama dá lugar a mesa de trabalho, wi-fi e em algumas redes até água e café a vontade.

 

Buffet Invertido: aos amantes do café da manhã de hotel essa com certeza a uma das “perdas” da pandemia. Mas como tudo pode se tirar um aprendizado, vamos pensar na redução do desperdício de comida que será feita.

 

Ao invés de nos servirmos “loucamente”, um garçom com luvas e máscara coloca nas porções ou nos serve diretamente na mesa.

 

 

BuffetInvertido.jpg

Novas formas de servir no restaurante do hotel

Ala carte: esse termo não é novo, mas deve ser mais uma tendência dos hotéis nas viagens durante a pandemia e quem sabe até depois.

 

O serviço no qual escolhemos um prato que é servido na mesa está sendo a opção mais inteligente e higiênica na maioria das hospedagens.

 

Delivery: sim o tradicional serviço de entrega de refeições está sendo usado em algumas hospedagens, principalmente pousadas e pequenos hotéis.

 

QR Code: o código de barras, acionados pela camera do celular, está sendo muito mais utilizados nos hotéis para serviços e cardápios na palma da mão dos hospedes, nada de compartilhar folders e papeis, nos quartos e nos restaurantes.

 

Esses são alguns termos novos ou que ganharam mais destaques no turismo e na hotelaria durante a pandemia. O cenário econômico pode ser ainda incerto, mas é bem provável que o número de viagens diminua, mas aumente em qualidade e duração. 

_____________________________________________________________________________________________________