Topo_site_laura.jpg
 
Bate-e-volta: como planejar viagens curtas que cabem no seu orçamento

29 de outubro, 2019

RoadTrip.jpg

Road Trip: meu jeito de recarregar as energias

 

 

 

Viagens curtas ou até mesmo o famoso bate-e-volta, são ótimas opções para aumentar seu número de viagens no ano, entre as férias ou viagens internacionais.

 

Eu sei, gostaríamos de estar sempre viajando pra fora do país ou tirando vários dias de descanso, mas na realidade isso não é possível, pelo menos para quase todos nós.

 

Então, coloque no planejamento, faça uma mala pequena e recarregue as energias.

 

Recentemente encarei essa aventura para comemorar o aniversário da minha mãe, que mora em São José do Rio Preto.

Foram apenas 3 dias, mas o suficiente para trocar de ares, sair da rotina e incluir mais uma cidade na minha lista de lugares conhecidos.

 

Você nem precisa ter um motivo especial e com um pouco de planejamento pode fazer uma viagem curta, que não vai pesar no orçamento.

 

Algumas dicas:

 Pesquise o destino

De acordo com seus interesses, defina se quer curtir alguns dias de relax total, uma viagem gastronômica ou cheia de aventuras na natureza.

No meu caso o lugar já estava definido, mas mesmo assim pesquisei os pontos turísticos e principais atrações da cidade.

 

Defina o transporte

Lembre-se que é uma viagem de poucos dias, e até mesmo um bate-e-volta. Mas se estiver sozinho pode fazer de ônibus ou até de avião, se conseguir um bom preço.

Em família ou amigos uma 'road trip' é mais econômica e bem divertida.

Até Rio Preto foram 1.100 km-  somando ida e volta e saindo de São Paulo - então, capriche na 'play list'!

 

Dica dentro da dica:

Caso essa seja a opção, não esqueça de fazer a revisão do carro dias antes. Outra coisa que irá agilizar muito sua viagem é a instalação de um programa tipo o Sem Parar, ninguém merece passar horas na fila do pedágios, não é mesmo?! (link do site no final do texto)

 

Leve somente o necessário

Viajantes experientes sabem o quão valioso é ter apenas o que vai usar. Eu costumo separar as roupas por eventos. Por exemplo: um look para viajar, outro para o aniversário e um para passear. Assim você consegue visualizar o que realmente vai precisar.

 

Mala de mão na road trip

Sim, eu faço uma pequena bolsa que está sempre comigo, para emergência e para facilitar: água, protetor solar e uma blusa de frio. Tudo sempre a mão, nada de ir no porta-malas ou no bagageiro.

Confesso que levo um lanchinho, porque não é sempre que dá para parar  ou até para economizar mesmo.

 

 

Números da minha road trip:

  • Hospedagem: R$540,00 por 2 noites em hotel 4 estrelas (link do site no final do texto)
  • 2 tanques cheios de gasolina
  • 16 pedágios, um total de aproximadamente R$ 182,00
  • Quase 12 horas de viagens, entre a ida e a volta
  • 1.100 Km rodados, entre o Taboão da Serra (município de SP) – São José do Rio Preto e Rio Preto – Taboão da Serra.

 

A louca do planejamento

Costumo narrar minhas viagens em primeira pessoa, mas sempre faço com a minha família. Meu marido adora acordar no último dia de viagem e dizer: “Vamos pegar a estrada, e achar um lugar legal e parar no caminho”

 

Adoro isso, mas depois de duas ou três vezes, achei melhor me programar um pouco. Isso porque nunca conseguimos encontrar o um desvio que valesse a pena, e no final perdíamos tempo mesmo!

Agora já sei, e fazemos o que eu chamo “da viagem dentro da viagem”. Mas já com um pequeno roteiro em mente, nada de se aventurar e acabar em um lugar nem tão interessante assim.

 

Na prática

Desta vez estávamos preparados, e a Viagem dentro da viagem, nos levou a um dia bem agradável em Brotas, conhecida pelas lindas cachoeiras, também no interior de São Paulo. Mas isso é assunto para outro post ;)

 

Empresas sitadas no texto:

Quality Hotel.jpg

Ouvi alguém pedir post sobre o hotel?! Sim, teremos.

_____________________________________________________________________________________________________